• Revista Speak Up Digital
  • Revista Speak Up Digital

Edição 340

Speakup capa 340
 
Nesta última edição do ano há alguns assuntos curiosamente relacionados entre si. A visão relaciona o Eyeborg canadense com os cães-guia de New Jersey (aliás, há 4 referências a cães desta vez – tente encontrá-las!); Índia e Irlanda se entrelaçam pela caneta-tinteiro de um professor e escritor temporão; a carreira de uma veterana atriz, com as chances de tudo dar errado, e um jovem músico ensinando os requisitos para dar certo; as previsões do tempo, uma história de vida de bloqueio por neve por 9 dias, o marco dos solstícios, e as várias matérias natalinas. Nesse ponto, porém, peço licença para registrar um descompasso (e faço isso adicionando um please, como ensina a nova série): as várias matérias e notas natalinas se referem, pela ordem, às feiras germânicas na Grã-Bretanha, dedicadas especialmente à nossa comilança; à celebração fantástica do centro de New York, um espetáculo de entretenimento; à historinha do snowman para as crianças, ao clássico de Dickens sobre o “espírito natalino”, e a última nota, sobre presentes de Natal para quem já teria tudo. Completo, não é mesmo? Só que não. É verdade que a data do Natal, 25 de dezembro, foi escolhida artificialmente para ofuscar as festas pagãs do solstício nos dias 21 ou 22. Essa não foi uma boa escolha, até porque o evento celebrado não aconteceu numa fria noite de inverno. Mas, mesmo fora da época mais provável, cadê a razão original do Natal, o presente do nascimento de Jesus em Belém? A razão pela qual Jesus veio ao mundo é que as coisas não estavam tão lindas e maravilhosas como fazemos crer por esses dias: ele veio porque somos incorrigivelmente imperfeitos, não maus nem bons, mas sempre mesclados, com um lado bom e um lado ruim, e assim nossos melhores esforços não seriam suficientes para nos manter num curso bom de vida, ligados a Deus e cuidando bem da natureza e uns dos outros. Então registro aqui meu sentimento pessoal, a você que acompanha sua revista há pouco ou há muito tempo, desejando que, no meio da maior correria do ano e também no meio de tanta incerteza política e econômica que nos assola a todos, você, querida leitora e querido leitor, consiga parar o suficiente para lembrar e celebrar o fato de que Alguém nos ama a ponto de vir viver conosco, nos ajudar e nos salvar, talvez um pouco como fazem aqueles cães-guia em quem os cegos aprendem a confiar (afinal, nós não sabemos onde vai dar nossa vida, perdidos em meio a seus problemas e fascínios, mas Ele sabe e vê). Assim, do fundo do meu coração, quero lhe desejar um Feliz Natal, no seu sentido real e original!

Happy Reading!

Karl Kepler

 

CONTENTS IN THIS ISSUE
 
06 Christmas markets British style!:The UK’s German invasion.
08 Murphy’s Law:Arthur Bloch made his fortune out of misfortune.
10 Kim Basinger:Is now in her 60s.
12 Light bulb jokes:A classic form of humour.
14 The Stockholm Syndrome:The origin of this strange concept.
16 Foodbanks:The right to eat.
19 A Look at the Weather:With Dylan Dreyer.
22 How to Become a Pop Star:WMiles Kane explains.
23 Jingle Bells:New York’s famous Christmas tree.
26 Kids:A special feature for our younger readers.
28 Meet the Eyeborg:Rob Spence has seen the future of humanity.
30 Dialogue in the Dark:We visit the inspiring Seeing Eye school.
33 Ireland and India:Inspired Kalyan Ray’s novel No Country.
36 Stonehenge:An ongoing mystery...
40 A Christmas Carol:Charles Dickens’ classic tale.
42 I was snowed in inside a pub...:But I lived to tell the tale.
44 What’s happening:The latest movies, books and exhibitions.
45 What’s next:The latest social and Internet trends.
46 The language file:Our service for lovers of the English language.
47 Letters:You can write on this page.
48 Speak Up’s Q&A:And we answer your questions.
49 Kids Cross:Fun for the children.
50 Song & Lyrics:Can’t Have
 
 
MATÉRIA PUBLICADA NO SITE

 

materia do mês

 



Tags: Editorial Índice Natal em Nova Iorque